O PT, a Justiça e os custos de um golpe político


No último sábado realizamos uma reunião no Sindicato dos Petroleiros com a presença de aproximadamente 50 lideranças, entre as quais ex-secretários e integrantes de minha gestão. Conversamos sobre a linha do PT em Campinas nos próximos meses e sobre a orientação do partido. Foi uma reunião muito boa.

 

Quando fui cassado pela Câmara, orientei a todos os petistas que deixassem seus cargos com responsabilidade, ou seja, primeiro finalizassem todas as ações e planejamentos necessários – colocando Campinas à frente do golpe desferido pela Câmara – e então saíssem do governo tampão gerado pelo atentado à Democracia que os vereadores desferiram.

 

Por essa razão, secretários como Sérgio Torrecillas e Adilson Rocha permaneceram por um período após eu ter sido retirado do cargo: autarquias como Emdec, bem como secretarias como as de Transporte e Saúde, não poderiam ter seus secretários meramente substituídos sem que tarefas emergenciais em prol de Campinas fossem cumpridas. Com a saída deles, também os técnicos indicados em cargo de confiança aliados ao PT deixam em definitivo o (des)governo tampão. Hoje mesmo o DOM publica diversas exonerações de nossos quadros.

 

Em paralelo a isso, o presidente do PT estadual, Edinho Silva, em breve deverá proceder a suspensão da filiação de alguns petistas com indicação externa e estranha à cidade, que equivocadamente optaram por se aliar aos golpistas.

 

E quanto às tais eleições que a Câmara pretende fazer para definir quem me substituirá após o golpe? Nesta semana ou na próxima, pretendemos entrar na Justiça contra a cassação, visto que a Câmara finalmente cedeu as cópias do processo que solicitamos imediatamente após a sessão de dezembro na qual me cassaram.

 

Tenho confiança de que a Justiça irá reverter essa situação absurda e nos reconduzir ao Executivo, por isso, o processo e as negociações dos senhores vereadores em torno de quem irão ou não eleger, ou mesmo de que forma que farão isso, são neste momento secundárias para mim.

 

Faço, apenas, um comentário sobre algumas matérias que noticiam o fato de o vereador Josias Lech ter solicitado eleições diretas em Campinas com custos pagos pela Câmara e dizem que há decisão conjunta do TSE e Advocacia Geral da União dizendo que os prefeitos cassados têm de bancar as novas eleições.

 

Explica o advogado Hélio Silveira, especialista que tem me defendido frente os desmandos da Câmara Municipal: “O que existe sobre o tema não se aplica ao caso, pois a idéia é ressarcir aos cofres públicos o prejuízo decorrente das ações nefastas daquele que frauda, abusa, venaliza o processo eleitoral, bem diferente do que ocorreu com Demétrio, que foi submetido a um julgamento político da Câmara Municipal. Necessário recordar que os vereadores promoveram uma cassação arbitrária e sem prova alguma, alardeando apenas a existência de uma denúncia do Ministério Público, sequer recebida pelo Judiciário e desprovida de elementos convincentes do envolvimento de Demetrio e na decretação de uma prisão processual absolutamente violenta e desnecessária. Quem gerou a crise política no caso de Demétrio foi a própria Câmara Municipal, a quem cabe, se for o caso, arcar com as despesas de uma nova eleição para mandato tampão. Todavia, nossa expectativa é que o Poder Judiciário reverta a decisão dos vereadores e restaure a normalidade em Campinas.”

 

E acrescento eu: Campinas pagou um alto custo pela Câmara me cassar injustamente do cargo, pois teve interrompida a retomada do crescimento e da legalidade, descontinuou uma gestão trabalhadora, honesta e transparente, cujo único interesse era recolocar a cidade nos eixos e não antecipar uma disputa de poder.

 

Eu paguei um alto custo ao sofrer repetidos golpes contra minha imagem e minha honra, minha integridade e meus direitos políticos, sem que nada tenha sido comprovado contra mim. A Câmara, por sua vez, não quer ter nenhum custo, mas ainda pretende aumentar em 126% os próprios salários e quer que a população pague a conta de tudo que ela fez.

Sobre demetriovilagra

Prefeito de Campinas-SP
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s